Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

21
Abr09

Segundo o Paulo Pinto Mascarenhas Fernanda Câncio retirou-se do programa da TVI "A Torto e a Direito" moderado pela Constança Cunha e Sá.

Fico triste pois confesso que dava-me uma certa satisfação aquela exibição de pequenez intelectual e pobreza retórica da jornalista, no desequilibradíssimo confronto com João Pereira Coutinho e Francisco José Viegas...
Para os seus fãs, a senhora continuará a destilar a sua mesquinhez, ressabiamento  e preconceito na blogosfera e num diário de referência nacional. Mas à rédea solta, e se possivel entre camaradas, que é bem mais fácil.
12
Mar09

A novíssima TVI 24 tem novas caras nos pivots, como seria de esperar. Uma delas, que apresenta as notícias da manhã (não sei como se chama), é uma jovem muito bonita. Mas ficamos por aí, quanto a predicados... atrapalha-se, interrompe os convidados com perguntas de uma redundância aflitiva, tem uma pose estática que se deve, certamente, à preocupação com o penteado, e sorri... sorri muito, mesmo quando as notícias não têm nada que faça sorrir um mortal. E todos sabemos que são quase todas, hoje em dia. Lembrou-me uma cena memorável do filme Tarzan, com a Bo Derek, em que ela ostenta um sorriso deslumbrante que nunca desarma, nem mesmo enquanto está a ser asfixiada por uma piton gigante, no meio do rio...

 

27
Fev09

Sem muita disponibilidade para tal, foram poucos os minutos que consegui dedicar ao novo canal de notícias da TVI: a primeira impressão não foi positiva ao ser recebido com um interminável bloco de anúncios que por pouco não me expulsou para outro canal. Depois, como a Cristina Ferreira de Almeida, também me pareceu promissora a mesa redonda com Vasco Pulido Valente, Rui Ramos e Vital Moreira. Claro que à parte de Vital Moreira que tem pergaminhos  como tribuno, os outros dois exprimem-se bem melhor a escrever do que a falar.  Resta-nos esperar que a TVI 24 (site muito lento!) traga ao jornalismo doméstico menos preconceito, mais isenção e mais pluralismo. Para bem do mercado e para bem de Portugal!

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D