Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

16
Jan11

Crónica de uma "morte" anunciada


Pedro Quartin Graça

José Eduardo Bettencourt é um grande sportinguista. Disso ninguém tem dúvidas. Será também um bom quadro bancário. Sobre isso só os seus patrões poderão responder. Será amigo do seu amigo e uma excelente pessoa. Sobre isso nem me atrevo a escrever. A verdade é que, mesmo eleito por esmagadora maioria dos sócios, JEB foi um desastre enquanto presidente do Sporting. Não por falta de vontade, mas por falta de jeito. Não por falta de empenho, mas por falta de estrutura psicológica para o lugar. O começo do fim começou precisamente no próprio dia da sua eleição e com o abandono de Miguel Ribeiro Telles e Carlos Freitas. Continuou, ao longo dos meses, com as suas desastrosas declarações e insultos a adeptos utilizando uma linguagem nunca ouvida em Alvalade. Prosseguiu no mesmo ritmo com a "cena patética" de Paulo Bento forever. Persistiu com uma postura institucional pouco conforme com um presidente de um grande clube. Agravou-se com um conjunto de contratações caras e que se revelaram um verdadeiro flop. Culminou com a contratação de um director desportivo sem passado mas com demasiada "presença" em áreas onde tal não se pedia. Terminou como começou: mal. JEB estava desde o início condenado a falhar. Paradoxalmente foi o primeiro presidente profissional do Sporting. Falhou em toda a linha e quem perdeu foi o clube. Parte sem títulos. Para os sportinguistas não deixará saudades. O Sporting continua. For ever.

25
Mai09

Este é de facto um ano de eleições decisivas. As do Sporting Clube de Portugal, dada a sua delicada situação financeira, não são excepção: daqui a pouco mais de uma semana, no próximo dia 5 de Junho, os sportinguistas elegerão um novo presidente para o próximo triénio. Será um sufrágio decisivo para um clube cuja sobrevivência e sucesso exige uma nova mentalidade e um travão na apatia e que ameaça instalar-se.

Nesse sentido eu congratulo-me com a candidatura de José Eduardo Bettencourt, personalidade que irradia paixão e entusiasmo ao mesmo tempo que inteligência pragmatismo, uma mistura explosiva que só os gestores de sucesso possuem. Ou seja, este é o candidato no qual eu vou votar, e dele espero uma vigorosa politica de mudança... na continuidade. Acredito que José Eduardo Bettencourt é um daqueles raros lideres a quem o realismo não esmorece a imaginação, a vontade e a coragem. Depois de tanto esforço, dedicação e devoção, é chegada a hora da Glória!
 
Imagem daqui

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exmo. Senhor;Gostaria de saber se possível, o loca...

  • Ribeiro

    Parabéns pelo texto, coragem e frontalidade, apoia...

  • Anónimo

    Perfeito todo este artigo!!!

  • Anónimo

    O acto da "escolha" de um Rei, em sim mesmo, é men...

  • José Aníbal Marinho Gomes

    Resposta da Senhora Deputada Dr.ª Ilda Maria Arauj...

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D