Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

20
Set09

FEH apela ao voto dos jovens para chegar à Assembleia


Pedro Quartin Graça

A Frente Ecologia e Humanismo (FEH) aposta nos jovens que votam pela primeira vez para chegar à Assembleia da República, esperando que as propostas "ecologistas e humanistas" façam as "pessoas mais novas" votar na coligação. À entrada para a última semana de campanha antes das legislativas de dia 27, Pedro Quartin Graça, presidente do Partido da Terra (MPT) e cabeça-de-lista da FEH pelo círculo de Lisboa, afirmou à agência Lusa que a coligação vai apelar às "centenas de milhar" de jovens que "votam pela primeira vez" para recolher "alguns milhares de votos" que faltam para eleger um deputado.

Pedro Quartin Graça falava durante uma "arruada" junto à estação ferroviária de Cascais. A FEH - que reúne o MPT e o Partido Humanista (PH) - poderá recolher também votos, acredita Quartin Graça, entre as pessoas que se abstiveram nas últimas eleições europeias e num "certo número de eleitores descontentes" com outros partidos.

"Confiante" numa "boa votação" nas legislativas, Pedro Quartin Graça referiu ainda que a campanha da FEH, dividida em "acções simultâneas" em diversos distritos, será reforçada nos próximos dias em acções em Lisboa, possível porta de entrada para a AR. "Vamos ter acções de rua todos os dias em Lisboa. Vamos privilegiar zonas de grande passagem de pessoas, como Entrecampos, Cais do Sodré, Cidade Universitária. Apostamos no contacto directo, pensamos que é o mais útil", sublinha o candidato em declarações à LUSA.

Para quinta-feira a FEH tem prevista uma acção de encerramento de campanha, ainda em local a definir.

07
Jul09

O fim de um acordo e o reforço da ECOLOGIA HUMANISTA


Pedro Quartin Graça

Deixo aqui hoje de forma "oficial" neste blog onde tenho o gosto de colaborar uma revelação que desde há várias semanas muitos jornalistas "perseguiam": não existirá novo acordo ou coligação entre o MPT e o PSD referente às próximas eleições legislativas.

Não farei nesta sede qualquer comentário a este facto. Registo apenas que em algumas das mais importantes Câmaras do País a presença do MPT numa coligação autárquica alargada foi considerada (também por nós) importante para alcançar uma vitória: É o caso de Lisboa e de Faro. Acrescem as cruciais câmaras de Odivelas, Olhão, Alenquer e Azambuja (todas presididas actualmente pelo PS). Estas coligações juntam-se às mais de 40 onde o Partido da Terra concorrerá em listas próprias, com ambições legítimas, bons projectos e excelentes candidatos. Para, como sempre, procurar vencer. E muitas surpresas existirão nas autárquicas como em 11 de Outubro poderemos constatar.

Considero contudo que hoje, mais do que nunca, há oportunidades na política que não se devem perder. Nas próximas eleições existia a possibilidade real de (não fossem os "jogos de bastidores" e as "guerrilhas internas" de barões e baronetes, sistematicamente presentes na política portuguesa nas últimas décadas) se formar um novo projecto alargado e agregador que pudesse ser uma alternativa real de Governo para Portugal, congregando as áreas social-democrata, democrata-cristã e ecologista. Bati-me por esta ideia, conjuntamente com outras personalidades da vida portuguesa, desde há muito tempo a esta parte. Apresentei propostas concretas a "quem de direito", escrevi sobre este assunto várias vezes. Ainda na passada sexta-feira o deixei claro a uma destacadíssima dirigente partidária. Debalde. Conclui no final algo que já sabia à partida: na teoria todos querem, na prática ninguém faz nada por isso. É pena. 

Não será todavia por isso que a ecologia humanista não continuará a dizer muito a um cada vez maior número de portugueses: os 71% de subida na votação do MPT nas últimas eleições para o Parlamento Europeu são disso prova eloquente. o futuro está aí!

 

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exmo. Senhor;Gostaria de saber se possível, o loca...

  • Ribeiro

    Parabéns pelo texto, coragem e frontalidade, apoia...

  • Anónimo

    Perfeito todo este artigo!!!

  • Anónimo

    O acto da "escolha" de um Rei, em sim mesmo, é men...

  • José Aníbal Marinho Gomes

    Resposta da Senhora Deputada Dr.ª Ilda Maria Arauj...

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D