Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

10
Mai13

O executivo de Pedro Passos Coelho tem aberto uma guerra sem precedentes à classe média, à sustentabilidade do país, à sustentabilidade das famílias, aos jovens, e agora aos pensionistas. Manuela Ferreira Leite, que no seu tempo foi uma ministra sem sensibilidade social, é hoje uma das líderes da oposição, condenando veemente o plano do governo e a inércia dos portugueses. A deterioração do sistema social e do tecido empresarial português é gritante, e o único emprego gerado roça já a exploração: salários até 310€. Os xerifes de Nottingham estão cegos de ódio e não há Robin dos Bosques que altere a situação.

 

[também ali]

17
Set09

Menuela regressa ao desemprego...


Pedro Quartin Graça

Manuela regressa ao desemprego, titula hoje o Diário de Notícias pela pena de Paula Sá. Não fosse o caso de sabermos que a Presidente do PSD é uma reputada profissional que, apesar de fogos cruzados recentes com Espanha, até trabalhou para o Banco Santander, poderíamos pensar que a Dra. Ferreira Leite teria caído na situação em que centenas de milhares de pessoas vivem actualmente em Portugal. Não era todavia o caso e, segundo a jornalista, o que sucede é que a líder do PSD ruma hoje ao norte do País onde vai investir toda a sua energia para ganhar as legislativas falando dos problemas dos portugueses. Nestes o desemprego é a prioridade. Depois de um outro artigo arrasador e vestido de "preto" para o seu partido, este segundo título não é mais simpático para a Presidente do PSD cheirando mesmo a vatícinio eleitoral por parte da sua autora...

01
Mar09

A manchete do DN de hoje introduz mais um dado pertinente na crise social que se vive em Portugal. O jornal refere que "Mais de 30 mil desempregados já estão em risco de pobreza". Acontece que o autor da notícia está completamente enganado e, por isso, a nossa rectificação. O que se passa de verdadeiro é que os 30 mil desempregados em causa, bem como muitos mais, já se encontram na situação de autêntica pobreza. A maioria já prescindiu de tudo a que chamamos utilidades ou vícios: casas, carros, motos, roupas, tabaco, café, cinema, teatro, concertos, livros e em alguns casos apenas se toma uma refeição quente por dia. Mas, não se incomodem porque o Governo continua a envidar todos os esforços para cumprir a promessa de 150 mil novos empregos...

23
Fev09

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exmo. Senhor;Gostaria de saber se possível, o loca...

  • Ribeiro

    Parabéns pelo texto, coragem e frontalidade, apoia...

  • Anónimo

    Perfeito todo este artigo!!!

  • Anónimo

    O acto da "escolha" de um Rei, em sim mesmo, é men...

  • José Aníbal Marinho Gomes

    Resposta da Senhora Deputada Dr.ª Ilda Maria Arauj...

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D