Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

23
Set09

FEH reage a cancelamento do debate da Antena 1


Pedro Quartin Graça

PS E PSD RECUSAM DEBATER - DEBATE DA ANTENA 1 ANULADO

 

Em virtude dos líderes do PS e do PSD recusarem debater ideias e terem avisado não irem comparecer, foi anulado o debate que estava marcado para a manhã da próxima sexta-feira 25 na Antena 1 com os partidos concorrentes às eleições de domingo. A candidatura da FEH lamenta esta recusa reveladora da dificuldade com que Manuela Ferreira Leite e José Sócrates têm em debater ideias com os representantes dos partidos extra-parlamentares, essencialmente porque privam estes últimos de uma das poucas oportunidades que estes dispunham em divulgar as suas propostas políticas.

23
Set09

Debate da Antena 1 anulado! A pouca-vergonha continua!


Pedro Quartin Graça

Aconteceu aquilo que é habitual em fim de campanha. Onde é que eu já vi isto? Estava marcado um debate para a manhã da próxima sexta-feira 25 na Antena 1 com todos os partidos concorrentes às eleições de domingo. Há uma hora atrás recebi um e-mail a dar conta que o mesmo foi anulado porque existiram candidatos (misteriosos por ora) que se recusaram a participar. Pedi imediatamente a identificação dos mesmos. Ainda nada recebi da RDP. Não custa acreditar  que sejam os de sempre que, quais vedetas, se recusam a debater com os pobres representantes dos partidos extra-parlamentares. Como estão de "barriga cheia" com a divulgação maciça que os media lhes têm dado, convém agora boicotar uma das poucas oportunidades que os "pequenos" tinham de se fazer ouvir. É que é mesmo uma chatice debater com intervenientes que até dizem coisas com nexo...

Impõe-se um esclarecimento por parte da Direcção de Informação da RTP/Antena 1. Os ouvintes e os eleitores merecem.

13
Set09

PAPINHO CHEIO


Pedro Quartin Graça

O dirigente socialista José Lello afirmou, sábado à noite, no Marco de Canaveses, que o debate entre José Sócrates e Manuela Ferreira Leite deixou-o de "papinho cheio".

"O mínimo que vos posso dizer é que venho de papinho cheio", disse José Lello ao discursar na apresentação dos candidatos do PS às eleições autárquicas de 11 de Outubro, partido que candidata Artur Melo à presidência da câmara municipal.

"O engenheiro Sócrates esteve à sua altura e demonstrou a coerência das nossas propostas e também demonstrou quanto o programa que a oposição apresenta é vazio", sublinhou. José Lello considerou ainda que o programa da oposição "é perigoso", na medida em que "não apenas quer rasgar com tudo o que de bem foi feito, mas quer congelar as expectativas que temos de continuação das políticas sociais de apoio aos jovens, às famílias e às pequenas e médias empresas". "Ali [no debate entre os líderes do PS e do PSD] foi demonstrada a incoerência desse programa.

Estou de papinho cheio, podem estar certos", acrescentou.

O dirigente socialista teceu ainda elogios ao candidato socialista numa demonstração de que a direcção nacional apoia Artur Melo, ao contrário da liderança distrital que tudo fez para evitar a sua ida às urnas e tem estado ausente da campanha do candidato do PS/Marco. O candidato socialista prometeu negociar uma alteração do contrato de concessão da água e saneamento de modo a elevar os níveis de cobertura do concelho e prometeu criar um fundo de coesão municipal, ao lembrar as pessoas de Penha Longa que perderem todos os seus haveres num incêndio ocorrido sexta-feira. Artur Melo teceu ainda duras críticas ao PSD, que governou a câmara nos últimos quatro anos "e só agravou os problemas" deixados por 23 anos de gestão do CDS-PP e de Avelino Ferreira Torres. O candidato socialista – que apresentou no tribunal do Marco de Canaveses a reclamação que conduziu à decisão judicial de inelegibilidade do candidato independente Avelino Ferreira Torres, embora ainda pendente do recurso apresentado junto do Tribunal Constitucional – acusou o PSD local "de saber de tudo e nada ter feito".

08
Set09

RTP emenda a mão


Pedro Quartin Graça

A RTP resolveu "emendar a mão" e vai dar mais tempo de antena aos ditos partidos extra-parlamentares. É verdade que isso não apagará o facto de, há duas semanas ter, lamentalvelmente e sem explicação, favorecido uns em detrimento de outros aquando do debate na RTP-N (ficaram de fora o MPT, o PH ou a FEH, se preferirem, o POUS e o PNR, pelo menos...). Mas fica bem a José Alberto Carvalho organizar um "Prós e Contras" com os 10 partidos que não têm assento em S. Bento. Vamos ver se é desta vez que há mais e melhor critério na distribuição dos lugares e no tempo das intervenções. Neste aspecto Fátima Campos Ferreira não é, decididamente, exemplar. O último debate para as Europeias aí está para o ilustrar. Será assim tão difícil ser isenta?

 

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D