Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

20
Fev15

O Senhor das Troikas

José Aníbal Marinho Gomes

Capturar.JPG

Criatura viscosa, velha e repugnante, originalmente conhecido como Sméagol, foi outrora um alamano, ou suábio, como eles próprios preferem designar-se, natural de Freiburg im Breisgau (Friburgo em Brisgóvia), terra cercada por montanhas e próxima da Floresta Negra.

Personagem neblosa, que aceitou de Herr Schreiber 1, 100 mil marcos para o seu clã, a União Democrata-Cristã (CDU), no entanto, confrontado na era de 1999 no Reichstag com esta situação, negou-a veemente, apesar de posteriormente ter admitido que recebeu esse dinheiro.

Desde a era de 2005 que ocupa nos sucessivos governos liderados pela Reichskanzler Merkel, o cargo de “quaestor” da tribo do "Povo de todos os homens".

O poder dos anéis aumentou a vida de Sméagol, mas deformou-o deixando-o irreconhecível, passando então a chamar-se Wolfgang Gollum, em virtude dos ruídos guturais que produzia sempre que exclamava: My precious, my precious! O, my precious troika!

Obcecado pela Troika fazia birras terríficas junto dos seus pares, até conseguir espezinhar as terras do sul, Lusitânia e Hélade, bem como Éire, violando a Carta dos Direitos Fundamentais da Terras Europeias, que no seu Preâmbulo estatui que “…a União baseia-se nos valores indivisíveis e universais da dignidade do ser humano, da liberdade, da igualdade e da solidariedade; assenta nos princípios da democracia e do Estado de direito. Ao instituir a cidadania da União e ao criar um espaço de liberdade, segurança e justiça, coloca o ser humano no cerne da sua acção”.

Todo o seu comportamento severo e grosseiro para com as terras intervencionadas, cresce em complexidade psicológica, a que não é estranho o facto de a criatura possuir uma dupla personalidade, articulada a uma forma de expressão verbal, semelhante à que acontece com os casos de esquizofrenia paranóide, de carácter persecutório, a que não é alheio o facto de a sua personalidade estar dominada e fascinada pelo inconsciente, longe da realidade solidária dos fundamentos da criação da União das Terras Europeias, cujo lema é "in varietate concordia", (Unida na Diversidade), que passam entre outros pela constante melhoria das condições de vida e de trabalho dos seus povos, pelo reforço da unidade das economias assegurando o seu desenvolvimento harmonioso pela redução das desigualdades entre as diversas regiões e do atraso das menos favorecidas.

Até ser “O quaestor da Europa” foi um passo, tornando-se uma personagem marcante na sequência da trilogia “O Senhor das Troikas”, (em alusão aos três territórios intervencionados, Éire, Hélade e Lusitânia) 2

É imperioso recordar que ao longo dos séculos os alamanos foram um foco permanente de instabilidade nas Terras Europeias, envolvendo-se frequentemente em tentativas de subjugação dos povos seus vizinhos, traduzidas num trágico balanço de muitos milhões de mortos, bastando para tanto mencionar apenas os três últimos grandes conflitos em que foram protagonistas: a “Guerra dos Trinta Anos”, a “I Guerra Mundial” e a “II Guerra Mundial”. 

Como não conseguiram os seus intentos pela força das armas, os alamanos fazem-no agora através da hegemonia que possuem na União das Terras Europeias, que controlam ao seu bel-prazer, possuindo um exército de criaturas obedientes usadas como soldados, os Orcs, mais concretamente os de segunda categoria, chamados Snags − os escravos, que são seres estúpidos e infelizes, que odeiam todos, incluindo a si próprios e que servem por medo a líder Reichskanzler Merkel. Estas invejosas criaturas são incapazes de fazer coisas belas como os helenos, no entanto conseguem gerar ferramentas para ferir e destruir os povos que governam.

Antes que Gollum 3 se unisse ou transformasse em Senhor da EscuridãoSauron, e cobrisse de trevas toda a União das Terras Europeias, apareceu em cena um Arconte, o simpático "radical" Bilbo Tsipras, levado ao poder pelos inconscientes helenos, que ignoraram os conselhos dos alamanos, elegendo-o para líder de toda a Hélade. Para salvar os helenos das garras dos predadores, Bilbo Tsipras faz alianças improváveis para o governo da Pólis, o que lhe garante um grande apoio na Ecclesia, que reforça as suas posições antiausteritárias, para o que conta com a ajuda do homem do cachecol, o helanotamias Frodo Varoufakis. Juntos, pretendem acabar a todo o custo com a maldição que asfixia e paira sobre toda a Hélade e dos seus irmãos da Ilha do Cobre, que se estende ao Éire e Lusitânia: austeritas!

Na sua cruzada, Bilbo Tsipras é encurralado e apunhalado pelo discípulo conimbricense de GollumSnaga Coelho, um Orc de uma classe inferior, cuja ascendência paterna se encontra nas Terras de Panóias e materna nas Terras da Desgraça (Orik). 

Mas como uma desgraça nunca vem só para os alamanos − basta recordar na última centúria o dia do Armistício ocorrido no dia onze do mês onze da era de 1918, e o dia da rendição incondicional a sete do mês cinco da era de 1945  −, a Hélade não se renderá aos Suábios, tal como Esparta não se rendeu a Xerxes!

__________________________

1 Da Tribo dos Turíngios, era o fornecedor de armas ao exército de Sauron − o Senhor da Escuridão, nasceu em Petersdorf, localidade incorporada na cidade e landkreis de Nordhausen, na Terra Verde dos alamanos, que obteve também a nacionalidade das Terras de Kanata.

2 Posteriormente em Março da era de 2013, a União das Terras Europeias inicia por ordem de Gollum, uma dura intervenção na Ilha do Cobre.

3 Na sua constante saga de perseguição parte para Hélade, no sentido de obrigar os helenos a implementarem medidas ainda mais severas de austeridade. Mas na viagem de regresso, ao passar por Tera, Gollum escorrega e cai acidentalmente (ou não) na lava ardente do vulcão, levando consigo a sua “Precious Troika”, que é também destruída, assim como os seus servos Snags, que dependiam da sua força e comando.

.

 

 

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

RSS Feedburner

Subscribe in a reader

Publicidade

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D