Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

05
Mar19

Crónicas da Nau Catrineta


Sónia Ferreira

Parte 3

Ministério da Doença que nos dá conta da Saúde

 

A Saúde é um bem estar completo. Físico, psicológico, emocional, espiritual e social.

No fim da trilha a que chamamos vida, apenas seguramos duas coisas: com a mão direita prendemos o tempo  e com a esquerda as memórias. Tudo o resto é fútil, tudo o resto é vago.

Acompanhei várias pessoas no seu último momento na Terra. Todas pediam mais tempo, todas pediam mais saúde para reterem as memórias do que foram e dos que lhes foram queridos.

Infelizmente não possuimos nenhum Ministério do Tempo. Secretário Geral dos Relógios ou Adjunto da Ampulheta seriam cadeiras interessantes de se ocupar.

Mas possuímos um Ministério da Saúde… ou melhor… um Ministério da Doença… já que tudo o que faz é focado não em preservar a Saúde (esse bem precioso) mas sim em minimizar os efeitos das pestilências e miasmas que alimentam umas quantas indústrias, entre elas a dos caixões.

Nada contra o negócio das funerárias, nem sei a quanto está o metro quadrado do caixão, mas talvez me deva começar a preocupar com isso. Por este andar será uma área de investimento.

Isto se deixarmos que a nossa saúde seja gerida pelo Ministério da Doença.

Eu gostava de ofertar um instrumento ao Ministério da Doença, muito útil por sinal. Já usado na antiguidade e que deu provas do seu valor. Essa coisa extraordinária a que se chama calendário.

Com alguma atenção e a ajuda deste objecto inovador conseguimos (pasme-se!) perceber que a saúde tem ciclos…

Por exemplo quando está frio vem a época da gripe (péssima para os idosos e crianças)

Quando está muito calor vem a desidratação e as queimaduras solares (péssima para os idosos e crianças).

 Um verdadeiro Ministério da saúde deveria focar-se em três áreas:

Prevenção: daquilo que pensamos que pode vir a suceder .

Profilaxia: daquilo que temos a certeza que vai acontecer.

Educação para a Saúde: para que nenhuma das anteriores volte a acontecer (ou que pelo menos não aconteça tanto ou de forma tão grave).

Em vez disso tomamos antibióticos sempre que nos dói a cabeça, destruímos a microbiota, potenciamos as bactérias multi-resistentes e tornamos viva a realidade alternativa dos filmes apocalípticos de Hollywood dessa malta anti-vacinas, que come placentas e que acredita que o Sol alimenta.

Será que estão todos envolvidos no negócio dos caixões?

Vai na volta o próximo funeral é o do SNS.

A ver se ponho na agenda…

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D