Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

26
Mai18

Carta Aberta aos Deputados eleitos pelo Círculo Eleitoral de Viana do Castelo

José Aníbal Marinho Gomes

Exmo(a). Senhor(a) Deputado(a) eleito(a) pelo Círculo Eleitoral de Viana do Castelo

 

No próximo dia 29 deste mês, o Parlamento vai debater projectos que pretendem legalizar a Eutanásia, pelo que nesse dia estarei com particular atenção ao voto de todos os deputados do Círculo Eleitoral de Viana do Castelo.

A eutanásia, para além de não ser um tema prioritário para Portugal, representa um retrocesso civilizacional, uma vez que a dignidade da vida não se garante com a consagração legal do direito à morte por opção.

Pergunto, Sr.(a) Deputado(a), qual a urgência de avançar já com um projecto de lei sobre a eutanásia sem o parecer de diversas entidades, nomeadamente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida?

Quando V.ª Ex.ª se candidatou às eleições legislativas de 2015, o programa eleitoral que apresentou aos eleitores não expressava a posição do partido que representa sobre a Eutanásia, pelo que, quer o Sr.(a) Deputado(a), quer o Parlamento, não estão legitimados para decidir sobre esta questão, por não terem sido mandatados para tal.

Não raras vezes, ouço alguns deputados e outros políticos, afirmarem que devemos confiar na classe política, pois esta, está ao serviço do povo.

Como se pode afirmar tal coisa, se a maior parte das vezes, após tomarem os lugares para que foram eleitos, votam em sentido contrário ao das promessas efectuadas durante a campanha eleitoral?

Se o Senhor(a) Deputado(a) quer, de facto, contribuir para a credibilização da política, aqui está uma boa oportunidade para o fazer, votando contra a despenalização da Eutanásia. Se mais não fosse pelo facto de na campanha eleitoral não ter dito aos seus eleitores qual a sua posição sobre o assunto.

O sentido de voto de cada um dos deputados do Círculo Eleitoral de Viana do Castelo, vai pesar e muito, na minha decisão quando for votar nas próximas eleições legislativas.

A minha arma é o meu voto, e, em consciência, nunca poderei votar num partido que aprove a legalização da Eutanásia, ou a “morte misericordiosa”, como a apelidava Adolf Hitler, quando em 1939, assinou um decreto que permitia o extermínio sistemático de deficientes.

 

Espero, muito sinceramente, que o voto de V.ª Ex.ª seja um rotundo NÃO à legalização da Eutanásia!

 

Com os Melhores Cumprimentos

José Aníbal Marinho

 

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

RSS Feedburner

Subscribe in a reader

Publicidade

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D