Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

03
Jul13

Teoria da Conspiração: A demissão de Paulo Portas!


José Aníbal Marinho Gomes

Será que a reunião do Clube de Bilderberg, realizada entre os dias 6 e 8 de Junho de 2013 no The Grove Hotel, em Hertfordshire, Inglaterra, está relacionada com a demissão de Paulo Portas? 

Antes de mais vejamos a Lista dos Participantes de Portugal na reunião do Clube de Bilderberg e os motivos pelos quais as duas novas caras portuguesas deste ano devem ter sido convidadas:

Francisco José Pereira Pinto Balsemão, Licenciado em Direito, Ex-Primeiro Ministro, Membro Fundador do PSD, condecorado com várias ordens militares, CEO do grupo Impresa, dono da SIC, Jornal Expresso, revista Visão, etc., membro permanente nas conferências Bilderberg. É ele quem escolhe os outros convidados Portugueses, à excepção do actual Presidente da Comissão Europeia.

José Manuel Durão Barroso (Presidente da Comissão Europeia, Ex-Primeiro Ministro de Portugal, condecorado com várias ordens militares.

Paulo de Sacadura Cabral Portas, Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Líder do CDP/PP, jurista, jornalista, etc.

António José Martins Seguro, Líder do Partido Socialista, Ex-Ministro Adjunto do Primeiro-Ministro no XIV Governo Constitucional, licenciado em Relações Internacionais, etc.

Em anteriores conferências Bilderberg, participaram alguns políticos que depois vieram a ser confirmados como líderes de governo. Santana Lopes e Sócrates tornaram-se primeiros-ministros depois de irem a este encontro. Assim entendemos a presença de António José Seguro, já que esta conferência serve de baptismo para os novos líderes.

No que toca à presença de Paulo Portas, a escolha parece-me óbvia, se por um lado ele é líder de um partido e representa a continuidade do actual governo em funções, uma vez que o CDS é (era) o pilar do mesmo, no caso de uma queda do governo e de uma vitória do Partido Socialista sem maioria absoluta e sem entendimento à esquerda, o CDS, e Paulo Portas em particular, como líder deste partido representará também um pilar de sustentabilidade do novo governo socialista.

Será que este grupo de “elite” mundial, mas que elite..., que se encontra anualmente em segredo, qual “sociedade secreta”, é que decide quem são os novos líderes nos vários países?

«O que ocorre no Mundo não acontece por acidente: existem os que se encarregam para que ocorra. A maio­ria das questões nacionais ou relativas ao comércio estão estreita­mente dirigidas pelos que detêm o dinheiro», quem o afirmou foi Denis Winston Healy, Baron Healey de Riddlesden, político Trabalhista britânico e ex-ministro da Defesa.

Também não podemos esquecer que desde o início da coligação, o Primeiro–Ministro Pedro Passos Coelho, tratava o CDS tendo em conta apenas o seu resultado eleitoral, esquecendo-se que numa coligação, um partido ainda que minoritário, vale sempre mais do que o resultado eleitoral obtido e nunca é dispensável.

Vejamos agora se o Presidente da República acorda definitivamente e faz aquilo que lhe compete...

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exmo. Senhor;Gostaria de saber se possível, o loca...

  • Ribeiro

    Parabéns pelo texto, coragem e frontalidade, apoia...

  • Anónimo

    Perfeito todo este artigo!!!

  • Anónimo

    O acto da "escolha" de um Rei, em sim mesmo, é men...

  • José Aníbal Marinho Gomes

    Resposta da Senhora Deputada Dr.ª Ilda Maria Arauj...

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D