Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

O outro advento

João Távora, 17.12.08

Parece-me estranho que perante os mais que previsíveis resultados das directas do CDS apareçam agora alguns inconsoláveis militantes deitando a toalha ao chão. A  grave conjuntura histórica que atravessamos e a violenta revolução orgânica que se adivinha com funestos danos colaterais, tem que ser tomada como uma oportunidade, o emergir de novas prioridades, de novos horizontes.
Neste contexto, com a tendência de fulanização do CDS, em vias de se transformar numa empresa de propaganda unipessoal, a prioridade dos militantes deveria ser de se reforçarem, agrupando-se como reserva por um  projecto politico de puro serviço, para uma nova ordem nacional.
Acredito que muitos portugueses anseiam por um projecto político lúcido e transparente, descomplexado e de direita. Que moralize e resgate as instituições numa atitude ética e reformadora. Um projecto fundamentado em ideais sólidos, nos valores personalistas cristãos que o “centrão dos interesses” desbaratou durante décadas, em nome dum “pragmatismo” eleitoralista.
Que não hajam dúvidas: chegaram novos tempos e vêm aí novas lutas. É urgente uma profunda regeneração de métodos e de conceitos. Acredito que os actuais protagonistas, descredibilizados pela ausência de ideias e ideais, mais tarde ou mais cedo estarão de saída. Assim parece-me que o momento deverá ser de empenho e vigília,  não de abandono.

1 comentário

Comentar post