Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

14
Mai13

os cortes nas cartas


Sofia de Landerset

 

Fiquei hoje a saber algo que já se adivinhava: vão fechar o posto de correios aqui na Praia da Rocha.

 

Chamam-lhe "deslocalização". 

 

Por mim, podem usar os eufemismos que quiserem. A raiva que me dá, tanta imbecilidade!, é exactamente a mesma.

 

O posto de correios da Praia da Rocha serve dezenas de milhares de turistas que por aqui passam, todos os anos. Serve os residentes, serve o comércio e os hotéis que aqui operam. 

Não é um posto de correios obsoleto, que serve meia dúzia de gatos pingados nos dias de maior movimento. 

Tem sempre bastante movimento, e não é raro formarem-se filas para sermos atendidos. Não porque o atendimento seja lento, mas porque há, efectivamente, muito serviço. 

E tem dois funcionários excelentes, o Nuno e o Pedro, que nos atendem sempre com eficiência e simpatia. Só isso já era argumento.

 

Dir-me-ão que é preciso fazer cortes, que não há dinheiro, que temos de ser realistas e por aí fora. Dir-me-ão frases pseudo-engraçadinhas como aquela do socialismo e do dinheiro dos outros. Estou farta de frases pseudo-engraçadinhas. Estou farta do socialismo e do dinheiro que parece sempre ser dos outros, e por ser dos outros, nunca é para o que faz falta.

 

Estou para lá de farta de ver o Estado comparado a uma empresa qualquer - comparação muito utilizada pelos Medina Carreiras muito em voga nesta altura, que têm sempre umas tiradas que parecem fazer imenso sentido, excepto que não fazem sentido algum e tendem a misturar alhos com bogalhos como se não houvesse amanhã.

 

Mas há amanhã. E amanhã vamos ver os residentes da Praia da Rocha, e os turistas que nos visitam, fazer os 3 quilómetros que nos separam da cidade de Portimão, para poder usufruir do luxo faraónico de uma estação de correios.

Três quilómetros que se podem fazer de várias formas: de carro, para quem pode; de autocarro, uma opção que me fartei de elogiar quando para aqui vim viver há dez anos atrás, e que entretanto se tornou numa aventura dispendiosa e morosa para a qual não resta paciência; ou a pé, por uma estrada que mais parece um troço do Paris-Dakar, mais perto de Dakar do que de Paris, e que me dava já vontade de escrever mais outro post, não corresse eu o perigo de vos fazer perder a vontade de vir passar uns dias de férias à Praia da Rocha.

 

Venham, pois. Cá estaremos para vos receber, com ou sem posto de correios. Mas que não há direito, não há.

 

 

 

 

 

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exmo. Senhor;Gostaria de saber se possível, o loca...

  • Ribeiro

    Parabéns pelo texto, coragem e frontalidade, apoia...

  • Anónimo

    Perfeito todo este artigo!!!

  • Anónimo

    O acto da "escolha" de um Rei, em sim mesmo, é men...

  • José Aníbal Marinho Gomes

    Resposta da Senhora Deputada Dr.ª Ilda Maria Arauj...

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D