Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo

    01.01.11

    Uma vez que o Palhaço em causa se assumiu como palhaço como forma de protesto contra os palhaços não assumidos e governantes do País, não devia, então, aceitar um cargo tão sério e tão bem remunerado, como parece que aconteceu. É que pagar a um palhaço valores razoávelmente altos para a economia brasileira, e este aceitar, depois do propósito que visou, é continuar a palhaçada, agora com um dolo diferente - o do enriquecimento...quem sabe sem causa.

    Em Portugal temos muitos tiriricas - várias espécies: o Povo que continua a votar nos mesmos e a pedir mais do mesmo; Sócrates que se ri muito - sinal de pouco juízo, segundo a sagesse popular-, e faz rir os «de fora»; Cavaco Silva que nos diz que faz um esforço enorme para ter bom senso, que adivinha o futuro, que previu a crise mas comeu e come à mesa com quem «estroinou» o nosso dinheiro; Alegre que se gaba da sua participação na construção da democracia existente em Portugal; Pinho que embeleza a «testa» com «acessórios de cálcio»; o «outro» que desconhece que em Portugal existe uma outra margem populosa, vulgo, «outra banda»; um tal Botas que utiliza a morada do Passos Coelho, como motivo para a sua eleição para governar os destinos do país; Elisa Ferreira que nas últimas eleições para o PE indicou que «só ia ao PE assinar»; o legislador português que faz leis ao sabor dos interesses dos eleitos, como o aniversariante manda fazer o bolo ao seu gosto; o PGR - titular da acção penal -, que não dá importância às escutas telefónicas, fazendo primar a verdade processual sobre a material, tudo ao arrepio dos princípios que aparentemente governam a ordem jurídica portuguesa e deviam governar qualquer Comunidade organizada com um Estado de Direito; os a Presidência da República com despesas que ofendem as bolsas portuguesas e, entre muitos «Finalmente», novamente, um idiota, sem classe, sem qualquer charme, mentiroso, que deixa que o seu nome figue na montra de um famoso da haute couture mundial, designadamente numa das montras sitas num dos sítios mais caros do mundo, como sendo seu cliente de fatos Armani e, presumo, «lingerie» e outros acessóros.

    Mais tiriricas? É só procurá-los na Assembleia da República: alguns são clássicos, desempenham a palhaçada com savoir - faire, insultam-se e fazem-se rir, assim como nos fazem rir; outros não tão clássicos, mas desejando envelhecer na postura e na arte de «gozar» o eleito....Todos bem encostados, ao que parece.
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Publicidade

    Comentários recentes

    Links

    _EM DESTAQUE

    _RISCOS ASSUMIDOS

    Arquivo

      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D