Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

08
Dez08

 

Quem me conhece sabe que a Gastronomia é uma das minhas paixões. De tal maneira que a "casei" com outra delas, a Poesia, numa antologia que me deu tanto prazer organizar como fazer um prato sofisticado para um dia de festa, e, seguramente, muito mais trabalho. Chamei-lhe "A Poesia é para comer", uma expressão que roubei à grande Natália e que traduz na perfeição o espírito desta minha aventura poético-gastronómica.

 

Cozinhar é a melhor terapia que conheço porque exige uma atenção exclusiva, e porque é o mais completo esvaziamento mental de toda e qualquer preocupação que seja alheia ao que estamos a fazer (outra actividade que tem o mesmo efeito é o ski na neve, mas é substancialmente mais cara...). Recomendo vivamente a experiência a todos os que nunca franquearam esse mágico e encantado mundo que é uma cozinha. É um universo de possibilidades para a imaginação, de mistérios desvendados à medida que perdemos o medo e arriscamos tratar por tu sabores e cheiros evocativos de sortilégios ancestrais. Cozinhar para alguém é, indubitavelmente, um acto de amor. E pode ser também, muitas vezes, um acto de pura sensualidade. Mas a culinária é, sobretudo - e só me entende quem sabe do que falo - um prazer muito íntimo, de sublimação e de alquimia.

 

Tudo isto para dizer-vos que, como amante da cozinha que se faz lentamente e com passos tão cuidados como uma coreografia de Béjart, resisti durante muito tempo a uma máquina de cozinha alemã que dá pelo inacreditável nome de Bimby. Declinava todos os convites para uma demonstração da dita, por me parecer que ela se aplicaria mais a quem não sabe e não gosta de cozinhar. Mas estava enganada. Acabei por sucumbir, e não me arrependo, à tentação do prático, e com esta preciosa auxiliar voltei a fazer algumas receitas (as que envolvem massas trabalhadas, por exemplo) que já tinha perdido a paciência de fazer. Não me substituiu na cozinha, longe disso, faz é por mim as coisas que menos gosto de fazer.

 

Mas não se assustem... este post não é uma elegia à Bimby. A máquina vale o que vale - e vale bastante, concordo, até pelo preço - mas não é caso para sacralizá-la. Por isso hoje de manhã, ao abrir um livro de receitas que reúne "o melhor da Bimby", dei por mim a ler alguns dos testemunhos que acompanham as receitas "experimentadas e recomendadas" por algumas das suas utilizadoras de eleição, convidadas a pronunciar-se sobre as qualidades da maquineta. E no meio dos previsíveis "A Bimby é qualidade de vida", "A Bimby é independência", "A Bimby é imprescindível", e até de um criativo "A Bimby é bimbástica", encontrei uma senhora que afirma convictamente, com um largo sorriso de beatitude, "A Bimby é a minha alma gémea". Estaquei, arrepiada. São declarações destas  bimbas que legitimam aquela velha piada machista que sempre me irritou solenemente: "Sabem porque é que os vestidos de noiva são brancos? Porque o branco é a cor dos electrodomésticos!"

 

5 comentários

  • Sem imagem de perfil

    J.C.

    09.12.08

    A imagem do modelo a promover o fogão de lenha da última geração é óptima. Bem ao estilo clássico e digna de figurar entre a bela e ingénua publicidade do pós-guerra inserida nos números da Reader's Digest dos finais dos anos 40 para os 50.
  • Imagem de perfil

    Ana Vidal

    09.12.08

    Parece-me que é daí mesmo que vem, JC. Uma delícia, não acha?
  • Mas que vem a ser isto?! Olhem que está aqui a ver o director das Selecções do Reader`s Digest. Que não é sexista, nem machista, nem nunca foi na vida. Os quase 400 000 leitores dividem-se em 50% mulheres, 50% homens, e nunca foram precisas quotas nem acções afirmativas :-)
  • Imagem de perfil

    Ana Vidal

    09.12.08

    Upps...
    Mas que prodígio de paridade, José! Parabéns.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Pesquisar

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Publicidade

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Exmo. Senhor;Gostaria de saber se possível, o loca...

    • Ribeiro

      Parabéns pelo texto, coragem e frontalidade, apoia...

    • Anónimo

      Perfeito todo este artigo!!!

    • Anónimo

      O acto da "escolha" de um Rei, em sim mesmo, é men...

    • José Aníbal Marinho Gomes

      Resposta da Senhora Deputada Dr.ª Ilda Maria Arauj...

    Links

    _EM DESTAQUE

    _RISCOS ASSUMIDOS

    Arquivo

      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D