Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

09
Jul09

 

A Aximage fez a seguinte sondagem para o Correio da Manhã, relativamente às intenções de voto dos portugueses para as eleições legislativas:

 

PS - 30,5%

PSD - 30,3%

BE - 13,3%

CDU - 9,5%

CDS - 6,1 %

 

Feitas as contas, a extrema-esquerda parlamentar em Portugal representa 22,8% do eleitorado, ao qual podemos acrescentar os 1,21% do PCTP/MRPP obtidos nas eleições europeias, os 0,48% do Partido Humanista e os 0,14% do POUS, o que dá um total de 24,63% - ou seja, um em cada quatro eleitores portugueses identificam-se com a extrema-esquerda.

A direita parlamentar unida representa 36,4% do eleitorado português, pelo que não conseguirá atingir a maioria absoluta necessária à governação do nosso país. Mas se somarmos a estes votos os votos dos partidos de direita sem representação parlamentar (refiro-me ao MEP, MMS, MPT, PND, PNR e PPM), vemos que os mesmos representam mais 4,21% do eleitorado - ou seja, mais de  dois terços do eleitorado do CDS/PP. Se somarmos a estes 4,21% os resultados do CDS e do PSD, verificamos que a Direita Unida, numa coligação à italiana, poderia ter 40,6% - resultado que a deixaria muito próxima de uma maioria absoluta.

Num país com 55,13% de eleitorado de esquerda, no qual praticamente metade se revê na extrema-esquerda, a única solução para a Direita é a união. Manuela Ferreira Leite deveria começar a pensar nisso, para que o PSD governe por 4 anos e não por 1.

43 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D