Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

09
Jul09

Durante vários anos, em tempos que já lá vão, o meu dia-a-dia de trabalho obrigava-me a ter que andar de automóvel de um lado para o outro. Além de engarrafamentos, dificuldades de estacionar, irritações várias, tive três acidentes, nenhum por minha culpa, felizmente sem consequências físicas. Foi por isso um alívio, quando, há cerca de dez anos, por acasos do Destino, fiquei a morar a aproximadamente 20 minutos a pé do meu único local de trabalho, o que me permitiu reservar o automóvel para a noite e os fins de semana. Quando tal se revelava necessário, apanhava um táxi ou, ocasionalmente, o metro. Autocarros e eléctricos é que nunca.
Há uns meses, as circunstâncias da minha vida mudaram e, apesar de continuar a fazer a pé o trajecto casa-trabalho na ida, na volta, que é a subir, nem sempre me apetece, sobretudo quando chove ou faz calor. Num dia desses, voltando do trabalho, tardando em aparecer um táxi, vi aproximar-se um autocarro que tinha escrito um destino próximo de minha casa. Decidi experimentar e verifiquei espantado como foi rápido, tranquilo, limpo, com lugares sentados disponíveis e ar condicionado. Fiquei cliente da Carris e, mais recentemente, aventurei-me no eléctrico, não por questão de pitoresco, mas porque me transportou muito agradavelmente para onde queria ir.
Bem sei que os trajectos que refiro são relativamente curtos, que eu tenho o privilégio de viver quase sem horários, evitando horas de ponta, mas provavelmente há outras pessoas em situações semelhantes e que mantêm preconceitos contra os transportes públicos, perdendo muito em qualidade de vida. E para alguém como eu que passo a vida a maldizer os efeitos que a ditadura do automóvel trouxe a Lisboa e que tem preocupações com o ambiente, há ainda o conforto da coerência, que compensa qualquer sacolejar mais violento ou eventual espera na paragem do autocarro. 
 

2 comentários

Comentar post

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D