Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

04
Jun13

turismo: como dar cabo dele, lição nº 1


Sofia de Landerset

 

 

História verídica, passada há uns dias com um amigo meu, que entrou no posto de turismo de Portimão para solicitar uma informação: queria saber os horários das camionetas da Praia da Rocha para Albufeira.

 

A senhora do posto de turismo responde que não sabe, e que isso não é com ela, e manda o meu amigo para a loja da EVA, que é a camionagem cá do sítio.

 

O meu amigo vai à loja da EVA, onde lhe dão as informações pretendidas, e um horário, em papel.

 

Pega no horário e dirige-se novamente ao posto de turismo, onde oferece o horário à funcionária, para que possa ajudar alguém que eventualmente venha a precisar da mesma informação.

 

Resposta da senhora do posto de turismo: "Não preciso disso, temos cá muitos."  

 

 

04
Jun13

Paulo Rosário Dias no Risco Contínuo


Pedro Quartin Graça

Ex-Coordenador do MPT - Partido da Terra no Algarve durante mais de 5 anos, partido do qual se demitiu e desfiliou esta semana, período de tempo este em que levou o referido partido aos melhores resultados da sua história na região e mesmo do país, monárquico, ecologista, e ainda coordenador do IDP - Instituto da Democracia Portuguesa no Algarve, Paulo Rosário Dias, também autor do blog pessoal Despolémico,  integra a partir de hoje o Risco Contínuo. Uma grande aquisição que saudamos com gosto. Bem-vindo Paulo!

02
Jun13

Nunca achei que marcasse verdadeiramente "o ritmo".

Sempre olhei desconfiado para modelos urbanos baseados unicamente na expansão e na nova construção, assentes na transformação do solo rural em urbano, na rodovia e na rotunda. Está bem que o canteiro estava sempre verde e cortado e o dos concelhos vizinhos nem por isso, mas também isso há algum tempo que já não é assim.

O sonho do "marca o ritmo" foi ultrapassado nos últimos anos por Lisboa ou Cascais, para não dizer outros, até em matérias em que Oeiras estava apontada como estando à frente, tais como a Limpeza Urbana e Ambiente, novos Espaços Verdes, Oferta Cultural, Recuperação do Património.
Oeiras tem um potencial extraordinário para ser algo mais do que uma simples periferia. Mas para isso é preciso ter os pés na terra.

Com o fim de ciclo que se consuma, vejo que antes das ideias apareceram primeiro os "outdoors".

Começámos, por isso, mal.

Pág. 3/3

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

  • Anónimo

    Exmo. Senhor;Gostaria de saber se possível, o loca...

  • Ribeiro

    Parabéns pelo texto, coragem e frontalidade, apoia...

  • Anónimo

    Perfeito todo este artigo!!!

  • Anónimo

    O acto da "escolha" de um Rei, em sim mesmo, é men...

  • José Aníbal Marinho Gomes

    Resposta da Senhora Deputada Dr.ª Ilda Maria Arauj...

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D