Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

30
Jan09

1. Uma espécie de declaração de interesses: grosso modo, todas as políticas que António Costa defende, eu, humilde escrevedor, abomino. Nunca o vi como «o melhor ministro dos Assuntos Sociais», como inexplicadamente era apodado por alguns orgãos de comunicação. Vejo-o como um presidente da Câmara de Lisboa sem ideias e sem obra, e, pior, aberto a projectos perniciosos como o do terminal de contentores ou ao politicamente correcto a galope, como quando fecha ruas ao trânsito. Dito isto,

 

2. António Costa é um homem inteligente, um político hábil, e tem um excelente domínio da língua portuguesa. Usa-a com rigor, diz o que quer, e o que não quer dizer não diz involuntariamente. E a esta luz,

 

3. Ontem, no programa Quadratura do Círculo (SicNotícias, 23 horas), e falando sobre o caso Freeport, António Costa defendeu o seu líder actual. Foi aguerrido, o que só o honra. Mas disse estas três fases (as citações entre aspas são rigorosas, e os sublinhados, obviamente, meus):

- concluindo a primeira intervenção sobre o processo: isto prova que «a suspeita sobre José Sócrates é, porventura, injustificada».

- concluindo sobre os pormenores da aprovação do projecto com urgência nos últimos dias do governo Guterres: isto «prova, aparentemente, que não há irregularidade».

- sobre por que razão a família de Sócrates não foi investigada em 2005, quando o caso levantou suspeitas pela primeira vez: «porventura haverá explicações...»

 

4. Acresce (mas talvez a minha visão seja enviesada) que António Costa, embora controladamente nervoso dada a importância da ocasião, estava singularmente bem disposto. E acresce (mas, de novo, pode ser uma impressão só minha) que Pacheco Pereira também suspeita que o programa vai perder em breve o actual participante socialista. Ou não teria dito, ao contestar a certa altura um argumento débil de Costa, que «nós sabemos que você é melhor do que isto». Com visível agrado de António Costa.

6 comentários

Comentar post

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

Comentários recentes

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D