Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

12
Set11

MPT-Madeira enche Madeira Tecnopolo na sua Convenção Eleitoral

Pedro Quartin Graça

O MPT- Madeira realizou, ontem, a sua Convenção Eleitoral, no Funchal, que marca o arranque oficial da campanha do partido na Região. A iniciativa que reuniu entre 1.500 a 1.600 pessoas, “foi um momento de grande motivação e de grande entusiasmo deste projecto do Partido da Terra”. De acordo com o responsável do MPT - Madeira, João Isidoro, “tivemos oportunidade de chamar a atenção para um conjunto de medidas que o Partido da Terra tem denunciado no plano nacional e regional, medidas de austeridade que têm trazido graves dificuldades à vida das famílias e à pequena e média economia, a maior geradora de postos de trabalho”. João Isidoro aproveitou para denunciar “aqueles, como é o caso do CDS-M, que sendo oposição na Madeira, a nível nacional está coligado com o PSD e tem aprovado medidas muito negativas que vêem criar enormes dificuldades”. Também presente esteve o Presidente da Comissão Política Nacional, Pedro Quartin Graça que fez uma intervenção política de relevo na qual realçou a "pujança" do partido a nível regional, assim como o bom trabalho que tem sido desenvolvido pela estrutura partidária regional.

Tal como João Isidoro, também Pedro Quartin Graça apelou ao voto no Partido da terra na Madeira nas próximas eleições e sublinhou que "nunca como hoje se viu tanta pobreza e fome em Portugal". Esta é uma situação que tem de mudar rapidamente, mas para isso é preciso que os eleitores optem por outros partidos.

26
Jan11

Renovar a Democracia

Pedro Quartin Graça

No mesmíssimo dia em que o Tribunal Constitucional decidiu legalizar um novo partido político o qual, de forma surpreendentemente (?) arrogante, se intitulou como “o primeiro partido ecologista realmente independente”, e por mera coincidência, o MPT - Partido da Terra renovou as suas redes sociais, quer os seus blogues, quer as suas contas no Facebook, entre outras. E o novo lema utilizado é precisamente "Renova a democracia", mote que muito diz acerca da actual situação da democracia portuguesa e da necessidade de para a renovação da mesma de partidos políticos como o MPT mas também abarca as matérias das energias renováveis. Para quem tenha interesse conferir as alterações por exemplo aqui.

15
Nov09

MPT DENUNCIA O ACORDO AUTÁRQUICO DE SINTRA

Pedro Quartin Graça

A Comissão Política Nacional do MPT informou hoje em comunicado dirigido aos Órgãos de Comunicação Social ter deliberado denunciar o Acordo Autárquico celebrado por ocasião da Eleição dos Órgãos das Autarquias Locais com o PSD, o CDS e o PPM referente ao Município de Sintra em virtude do reiterado incumprimento dos termos políticos acordados entre as Partes, da responsabilidade exclusiva do Presidente da Câmara Municipal de Sintra e da estrutura local do Partido Social Democrata.

A CPN do MPT lamentou ainda que, tendo sido o MPT o impulsionador da existência em Sintra no ano de 2005 de uma coligação alargada a quatro partidos, coligação esta que nas últimas eleições autárquicas realizadas em Outubro passado mereceu, de novo, a confiança da esmagadora maioria dos Sintrenses, esse elo de confiança que permitiu a vitória da coligação “Mais Sintra”, venha agora, no período pós-eleitoral, a ser posto em causa por atitudes que revelam a mais elementar ausência de diálogo e consideração política, institucional e pessoal por parte do Presidente da Câmara Municipal de Sintra relativamente ao MPT, à sua Comissão Política Nacional e aos seus dirigentes.

Cessaram para além disso e a partir desta data as relações institucionais entre o MPT – Sintra e a estrutura local do PSD. A representação do MPT na Assembleia Municipal de Sintra deve, em consequência, considerar-se politicamente desvinculada relativamente ao Acordo anteriormente celebrado.

A Comissão Politica Nacional do MPT afirma que não confunde a situação existente em Sintra com aquela que, no âmbito autárquico e com resultados positivos e relações de respeito mútuo, celebrou e desenvolve com o PSD, o CDS e o PPM em vários Municípios do País nem, tão pouco, as relações de cordialidade mantidas entre as direcções políticas nacionais de ambos os Partidos que deseja manter no futuro, a ser essa também a vontade do Partido Social Democrata. 

10
Out09

PEDRO QUARTIN GRAÇA APRESENTA BALANÇO FINAL DA SUA ACTIVIDADE COMO DEPUTADO

Pedro Quartin Graça

PEDRO QUARTIN GRAÇA, Deputado eleito pelo MPT - Partido da Terra e membro do Grupo Parlamentar do PSD na X Legislatura apresentou no seu blog o Balanço Final da sua actividade como Deputado à Assembleia da República.

O relatório pode ser lido aqui: http://pqg.blogspot.com

07
Out09

Candidato do MPT em Felgueiras agredido

Pedro Quartin Graça

Horácio Costa, o ex-vereador da Câmara de Felgueiras que denunciou o ‘saco azul’ na autarquia e agora se candidata pelo MPT/Partido da Terra, garante ter sido agredido por um membro do staff da candidatura de Fátima Felgueiras ontem de manhã, numa acção de campanha, na cidade da Lixa.

"Saía de um café quando o homem veio ter comigo. Começou a insultar--me e empurrar-me. Tentei desviar--me durante 60/70 metros mas nada o demovia. Disse que me ia matar. Só fugiu quando eu me aproximei dos militares da GNR", explicou ao CM Horácio Costa.

O candidato, que chegou a testemunhar em tribunal contra a autarca local, diz que foi insultado e agredido por um indivíduo que conduzia um camião da candidatura do Movimento Sempre Presente.

Fátima Felgueiras fez entretanto saber que desconhece qualquer tentativa de agressão ao candidato do Partido da Terra, esclarecendo que o motorista do camião "nem sequer é natural ou residente em Felgueiras".

 

A democracia continua a ser uma miragem em Felgueiras!

 

 

 

29
Set09

Com Pedro Santana Lopes a Feira Popular estará de volta a Lisboa

Pedro Quartin Graça

Pedro Santana Lopes anunciou hoje que, se ganhar a Câmara de Lisboa, instalará a nova Feira Popular junto ao Parque da Bela Vista, no terreno que o actual executivo destinou ao Instituto Português de Oncologia. Num jantar com taxistas em Lisboa, o cabeça-de-lista da coligação Lisboa com Sentido (PSD, CDS, MPT e PPM) afirmou que será uma Feira Popular "em que a Câmara não investirá um tostão", assente em "concessão a privados" e com "um caderno de encargos com um modelo de exploração".

Para Santana Lopes, instalar ali a Feira Popular "permitirá, por um lado, ter mais movimento, mais turismo, e por outro, dinamizar a melhorar a vida das pessoas que habitam naquela zona da cidade". O candidato social-democrata afirmou que querer ali instalar o Instituto Português de Oncologia é uma decisão "errada" e que não deve ser levado para um local "que muitas vezes é palco de várias sessões de animação, barulho e ruído", como o festival Rock in Rio Lisboa, que se realiza de dois em dois anos no Parque da Bela Vista. "O IPO, com cuja administração já me reuni, precisa é de obras de requalificação", afirmou Santana Lopes.

Falando para centenas de taxistas, acompanhados das famílias, Santana Lopes reiterou a vontade de fazer "obras que facilitem a vida às pessoas", apontando ao mesmo tempo "o caos em que está transformada a cidade de Lisboa" em termos de trânsito e mobilidade. Reformulação da circulação na Praça de Espanha, novos túneis rodoviários em Picoas/Saldanha e no campo Grande e uma solução para a falta de sanitários para os taxistas foram alguns dos compromissos que assumiu.

O candidato afirmou que o fim da festa da vitória socialista nas legislativas, com o secretário-geral, José Sócrates, a discursar perante os apoiantes com o candidato do PS a Lisboa, António Costa, ao lado, foi "um prenúncio da vitória que se começa a desenhar" para a coligação Lisboa com Sentido. Para Santana Lopes, o que Sócrates fez foi "levar pela mão António Costa para lhe tentar dar uma boleia para a vitória".

12
Set09

CDU ataca parceiro da coligação "Pela Nossa Terra" em Alenquer

Pedro Quartin Graça

Numa entrevista à Rádio Voz de Alenquer difundida em directo no dia 11 de Setembro, o cabeça de lista da CDU à Câmara Municipal de Alenquer e actual vereador com o pelouro da Agricultura, José Manuel Catarino, referiu-se de forma jocosa e ofensiva aos partidos que integram a coligação “Pela Nossa Terra” (PSD-CDS-MPT e PPM). Em relação a um dos parceiros, o MPT, considerou ser o Partido da Terra “uma ofensa aos agricultores do concelho”.

José Carlos Morais, representante do MPT, em resposta à ofensa gratuita do dirigente comunista, repudiou vivamente em nome do seu partido esta forma de fazer política, reveladora da falta de cultura democrática e respeito do candidato comunista pela liberdade e pluralismo de ideias.

O autarca do Partido da Terra lembrou ao candidato José Manuel Catarino, que o MPT foi fundado pelo criador da Reserva Agrícola Nacional (RAN), Arq. Gonçalo Ribeiro Teles, e que foi um vereador do MPT quem no presente mandato apresentou, em defesa da agricultura tradicional, a proposta de declaração do concelho de Alenquer como “Zona Livre de Transgénicos” (que o vereador comunista votou favoravelmente). Relembrou também que foi um eleito do MPT na Assembleia de Freguesia do Carregado quem recentemente participou às autoridades competentes da acção ilegal de ocupação de solo RAN no aluvião de Vale Flores pela câmara municipal (onde o candidato comunista era vereador da Agricultura), para instalação de um parque de camiões. Também este protesto, que resultou na suspensão da acção, teve o apoio unânime da Assembleia de Freguesia, incluindo os eleitos da CDU. 

08
Set09

Inesperadamente...em Braga

Pedro Quartin Graça

Estive ontem em Braga numa acção de apresentação do candidato do MPT à Câmara local, o advogado Miguel Brito. Fui muito bem recebido e acção contou com uma arruada extremamente participada, animada por um grupo de entusiásticos músicos locais. No final, festa desfeita, deixei-me estar sentado na simpática esplanada do Café Viana, ex libris da cidade na boa companhia do meu colega António Arruda. Repentimente, aproximou-se um jovem entre os 18 e os 20 anos. Vem dar-me os parabéns pelo trabalho que desenvolvi enquanto deputado na AR na X Legislatura e desejar-me felicidades para o futuro. Confesso a minha surpresa por, não só ter sido reconhecido em Braga por um jovem (manifestamente atento e informado!) como pelo inesperado do elogio, coisa muito rara nos dias que correm e em que aqueles que estão na política são classificados todos pela mesma (baixíssima) bitola.

A verdade é que não fiz mais do que a minha obrigação já que foi para isso que fui eleito. Mas o reconhecimento tocou-me bem fundo. É nestes momentos que a política é bonita!  

24
Jul09

Nova alternativa eleitoral:Constituída a FEH - Frente Ecologia e Humanismo

Pedro Quartin Graça

A Comissão Política Nacional do Partido da Terra, MPT e o Conselho Nacional do Partido Humanista, P.H., tornaram hoje público que deliberaram constituir uma coligação eleitoral com o objectivo de concorrer, em todos os círculos do Continente, à Eleição dos Deputados à Assembleia da República de 27 de Setembro, denominada FEH - Frente Ecologia e Humanismo. O pedido de registo da referida coligação será efectuado 6ª feira, dia 24, pelas 12 horas junto do Tribunal Constitucional.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade

RSS Feedburner

Subscribe in a reader

Publicidade

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D