Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

Risco Contínuo

Estrada dos bravos, blog dos livres

27
Jan15

In memoriam - José Freire Antunes

Pedro Quartin Graça

AR-Pedro QG e Freire Antunes.jpg

Um dos posts mais difíceis de escrever na minha vida. José, desculpa-me, mas hoje trato-te por tu, coisa que nunca fiz antes. José, fiquei sem palavras quando hoje soube, por via de um amável jornalista que me pediu umas palavras sobre ti, que nos deixaste fisicamente. Ainda não há duas semanas me disseste que voltaríamos a falar quando regressasses dos Estados Unidos. A nossa conversa foi adiada. Felizmente que durante quase cinco anos pudemos conversar. Fica essa consolação. Esta foto, que acho que não conheces, José, numa bancada quase vazia, mas onde nós nunca deixámos de nos sentar como livres pensadores que somos, diz bem o que foi e é a nossa amizade. Nunca te consegui visitar em Versailles e tu nunca conseguiste voltar a Portugal. Estou convencido que não partiste de Portugal feliz (desculpe-me Patrícia mas é isto mesmo que penso) apesar de teres contigo a tua família. Tinhas muito para dar a todos nós. Mais do que já tinhas dado, e não era pouco. Agradeço-te a tua ajuda preciosa na minha tese de doutoramento. E desculpa-me estas palavras saírem soltas, mal redigidas, quase sem nexo. Até breve José. E, por favor, não abuses do tabaco.

23
Jan15

Efeméride...

Júlio Reis Silva

 

 

Django_Reinhardt_(Gottlieb_07301).jpg

 

Django Reinhardt, nascido a 23 de Janeiro de 1910, na Bélgica, de descendência cigana, foi para muitos um dos melhores e mais influentes guitarristas de jazz de todos os tempos. Aos doze anos começou a tocar banjo nos circuitos nocturnos de Paris, passando depois para o instrumento que não mais abandonaria: a guitarra.

Em 1928, num incêndio, perde a mobilidade de dois dedos da mão esquerda e desenvolve, a partir daí, uma técnica própria para continuar a tocar.

Integra o Quintette du Hot Club de France, onde toca, entre outros, com Stéphane Grappelli (violino), Roger Chaput e Joseph Reinhardt (guitarristas rítmicos) e com Luis Voila (baixo), até ao início da Segunda Guerra Mundial.

Falece, em Paris, vítima de uma hemorragia cerebral, a 16 de Maio de 1953.

 

Principal discografia:

  • 1934 - First Recordings
  • 1937 - Quintet Hot Club of France
  • 1945 - Paris 1945
  • 1949 - The Indispensable
  • 1951 - At Club Saint Germain
  • 1953 - Django Reinhardt et Ses Rythmes
  • 1954 - The Great Artistry of Django
  • 1990 - Django Reinhardt & Stephane Grappelli
  • 1994 - The Art of Django
  • 2003 - Jazz in Paris: Nuages
  • 2004 - Nuits de Saint-Germain des Prés
  • 2004 - Quintet of the Hot Club of France

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS Feedburner

Subscribe in a reader

Publicidade

Links

_EM DESTAQUE

_RISCOS ASSUMIDOS

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D